O Confronto dos Imortais – da série As Crônicas do Ragnarok” - Volume 2

January 15, 2018

   Olá turminha boa de leitura, em parceria com a editora Coerência hoje trago a resenha de um livro que nos levará para um portal em terras nórdicas, então já perceberam que vou falar sobre batalhas. Esse enredo me fez mergulhar no mundo da mitologia nórdica onde aventuras e grandes lutas serão travadas, apontando que em um campo de batalha vence a guerra quem consegue articular e unir força e estratégias, que não só a força bruta e os armamentos são as únicas armas para vencer uma batalha.

 

 

 

O Confronto dos Imortais é o segundo livro da série As Crônicas de Ragnarok do autor Jefferson Andrade e posso garantir que se o leitor não leu o primeiro volume não haverá problema no entendimento do enredo do segundo, pois ele coloca primorosamente os acontecimentos da estória anterior nessa estória.

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinopse

 

''O primeiro passo foi dado, este é só o começo, para o reino dos nibelungos, mais dois passos ofereço, na escuridão a trilha esconde o inimigo, tormenta e ilusão guiarão o caminho, no covil da besta cuja morte descansa, encontrará o que busca, mas não a esperança...''

 

Um mês havia se passado desde a Batalha do Deserto de Midgol, quando Gregory despontou como o grande guerreiro previsto na profecia, como sendo aquele capaz de derrotar Gorvak, o temível tirano que governa Asgard. Neste momento em que o herói pensava que as coisas iriam se acalmar, uma grande reviravolta ocorre, quando Gorvak lança um poderoso exército através de Alfheim, com um único objetivo: Destruir o reino dos elfos da luz.

Em uma situação extremamente delicada, e em números muito menores para a batalha, Gefion, o ancião dos elfos, convoca Gregory e seus amigos para buscarem a única força capaz de deter aquele mortal inimigo: O antigo exército dos nibelungos, chefiado por Alberich, o ancião dos anões. Agora em uma nova jornada, que o conduzirá aos locais mais escuros e terríveis de Asgard, Gregory enfrentará inimigos e temores que estão além de sua compreensão, se embrenhando nas profundezas do mundo nórdico, sem saber que cada passo que dá o conduzirá à um perigo cada vez maior.

 

 

  Gorvak, o Alto Rei de Asgard, queria destruir a todo custo seus desafetos principalmente aquele aliado humano mestiço que ousou  unir-se a Gefion, Rei de Alfheim e os outros seres para guerrear contra suas forças de combate, mas, uma aliança com uma criatura aprisionada na geleira irá trazer o caos total, pois o confronto dos imortais será essencial para que a escuridão vença a batalha.   Uma grande armadilha estava sendo minuciosamente planejada e irá surpreender primeiro a cidade de Esterdell, que é o centro de distribuição de alimentos e armas, para as cidades vizinhas e também, por ser um ponto de defesa importante, governada pelo Capitão Galdur, e a partir daí, começar a dizimar as espécies. Um elo entre a força e o conhecimento será selado e a partir de então vidas serão extirpadas e um império cruel estará a caminho.

 

    Enquanto isso em Esterdell o capitão Galdur pressentia o perigo, pois um vento frio e cortante, juntamente com um nevoeiro sem procedência e nuvens negras estavam pairando no centro da floresta e o que aconteceu em seguida ele logo entendeu, estavam sendo atacados por elfos negros. O vale inteiro estava coberto por anões, elfos negros e goblins. O exército de Gorvak estava invadindo o reino dos elfos da luz.

 

   Sem imaginar o que estava acontecendo com a cidade de Esterdell, o oficial do exército Gregory que já estava se acostumando com aquela vida nova que se descortinou para ele naquele mundo mágico, pois descobriu que não só os deuses nórdicos antigos realmente existiam, mas também que eles possuem um mundo próprio, cujo seres viviam à sombra da descendência de seus poderes e ele estava totalmente em casa, ligado naquela terra. 

 

  Ele descobriu que não era um simples humano intruso naquele lugar, e sim, um mestiço que tinha poderes. Nesse mundo paralelo viveu uma batalha épica e ao derrotar um poderoso inimigo, transformou-se num verdadeiro herói para todo aquele povo. Mas, Gregory não imaginava que seria convocado juntamente com seus novos amigos à ajudar o Rei Gefion, ancião dos elfos de luz a combater as forças de Gorvak, buscando o antigo exército dos nibelungos, chefiado por Alberich, o ancião dos anões.

 

   Gregory conhecerá lugares surreais até mesmo para uma terra mágica como aquela e juntamente com seus amigos enfrentará seres descomunais. O perigo está em toda parte nas profundezas de Asgard, mas a bravura de um mestiço mostrará que a luz brilha para aqueles que acreditam em si e que protegem com sabedoria e lealdade.

 

 

 

Agora...

 

   A estória é narrada em terceira pessoa com muita disputa, batalhas e aventura temperados com doses cavalares de magia.  Adoro esse gênero, pois os cenários principalmente de confronto são maravilhosos e o autor soube descrever perfeitamente a ambientação com detalhes tão precisos que me senti dentro de Asgard.

 

    O que dizer mais do enredo? Muito difícil ele é tão bom quanto imaginei. Com uma boa dinâmica, com aceleradas no momento certo.

 

   Fico com receio de falar demais e soltar algum spoiler, acho que o leitor terá que tirar suas conclusões e participar dessa batalha. O protagonista, Gregory, é muito justo, honrado, ético mesmo em campo de batalha e até em ocasiões de temores incontroláveis o seu bom humor não o abandonavam.

 

    Parabéns, Jefferson por oferecer para o leitor uma batalha épica no mais esplêndido ambiente nórdico, pois não é todo dia que podemos estar em companhia de deuses, anões, duendes, elfos, gigantes e feiticeiros.

 

         Parabenizo também a Editora Coerência, por mais esse maravilhoso livro.

 

 

Espero que tenha aguçado sua curiosidade.

 

 

Para adquirir segue o link: https://ed-coerencia.lojaintegrada.com.br/o-confronto-dos-imortais

 

Vamos apoiar a literatura nacional!

 

É isso, beijos e tchau!

 

O Confronto dos Imortais – da série As Crônicas do Ragnarok - Volume 2

Autor: Jefferson Andrade

Editora Coerência

Pag.361

Ano: 2017 – 1º edição

ISBN: 978-85-92572-55-6

Capa: Décio Gomes

Diagramação: Bruno Lira

Revisão: Amanda Maia

Gênero: Literatura Brasileira / Fantasia

Fonte: Boa, com espaçamentos adequados.

 

Please reload

Posts Em Destaque

Horror na Colina de Darrington

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

August 27, 2019

July 24, 2019