Aos Olhos de Zoe

February 8, 2017

Aos Olhos de Zoe

Autora: Camila Pelegrini

Editora: Coerência

Pág.: 394

Ano: 2016 – 1ª edição

ISBN: 978-85-92572-06-8

Capa: Marina Avila

Ilustração: Ricardo Chagas

Diagramação: Acácio Brites

Revisão: Evelyn Santana

Literatura Nacional

Gênero: / Romance

Fonte: Boa, com espaçamentos adequados.

 

Olá turminha boa de leitura, hoje vou apresentar a estória de uma linda e amorosa cadelinha de nome Zoe. Essa narrativa é um lindo diário onde Zoe revela todas suas dúvidas, angustias e alegrias de momentos únicos, cheios de cumplicidade e bem- querer.

Essa estória foi sendo construído a partir do momento em que a autora Camila Pelegrini sentiu a necessidade de apresentar para o leitor o quanto podemos aprender com os nossos amiguinhos peludos de quatro patas, o quanto eles transpiram amor e doam gratidão e amizade e que a partir daí podemos aprender o mais puro sentimento doado por um ser tão doce e verdadeiro e que só tem um pedido: “Me ame e deixe-se ser amado”.

 

Então, vamos mergulhar e transbordar no amor e na sabedoria dessa astuta cadelinha. Estejam todos convidados a se curvar diante de tanta leveza e delicadeza.

- “Vamos abrir as portas, Zoe”?

Venham todos para ouvir e atentar para cada passo dessa linda trajetória de amor!

 

Era véspera de ano novo quando Melissa viu na escadaria de um supermercado, aquela cadelinha frágil e desamparada. Sozinha. Melissa, ou melhor, Mel preocupou-se, pois os fogos de artificio que logo viriam para todos anunciar o começo de um novo ano iriam assustar e traumatizar aquele pequenino animalzinho, tão frágil e lançado à própria sorte.

Aproximou-se e começou a fazer contato com a cadelinha tentando leva-la para casa, a fim de tira-la daquele lugar.

A cadelinha ficou com medo, mas os encantos de Mel a conquistaram e ela se deixou levar, sem saber ao certo para onde iria.

Fazia menos de 1 ano que Mel estava casada com Lucca e esse seria o primeiro inicio de ano que eles passariam casados. Ao apresentar a cadelinha ao seu marido, informou que eles teriam mais um membro na família e essa seria Zoe!

Zoe foi aos poucos sendo apresentada a todos e com seus olhinhos úmidos e sagazes pode participar de todos os acontecimentos e saber que sua dona era uma artista plástica muito criativa, com um coração generoso e como todo artista seus sentimentos eram intensos e suas pinturas traduziam a força que ela tinha, vivia pela família, ela era só amor e honestidade, enquanto Lucca era um advogado em inicio de carreira que galgava seu lugar ao sol, um tanto impaciente e também ganancioso.

 

Zoe participou de todas as alegrias e dissabores do casal, ela era uma criança no meio de adultos onde travessuras inocentes e inconsequentes causavam grandes reprimendas, mas no final o sorriso era certo. Tudo perdoado. Zoe participou da alegria de Lucca ao conseguir uma grande oportunidade de emprego e também a ascensão de Mel em suas conquistas através de suas telas, mas presenciou também os dissabores que viriam a seguir e ela não conseguia entender porque o ser humano é tão complicado e não consegue ver felicidade nas pequenas coisas como um bom prato de ração ou correr atrás de uma borboleta no quintal. A felicidade sempre está a nosso alcance, basta ter boa vontade e acreditar.

Zoe se fez forte e amiga estando ao lado de sua dona em ocasiões onde a dor e a decepção a consumia e Zoe como uma amiga presente a consolava com o seu abanar de rabo, com seu focinho molhado e com aquelas lambidas cheias de sabedoria e acalento. Quando a solidão e angustia tomava conta de Mel, eis que a seu lado estava Zoe compreensiva, generosa e amável!

Zoe presenciou as reviravoltas na vida de Mel e também a amizade que surgiu entre Gabriel, Alegra e Mel.

 

Gabriel era um professor de artes e colecionador, calmo, comedido e muito alegre, mas se viu perdido e vulnerável frente a uma dessas tragédias da vida e teve que a todo custo conduzir sua vida, pois sua filha Alegra precisava de sua força e seu carinho. Por um tempo os olhos de Alegra ficaram sem vida e tristes, aquela menina cheia de encanto e carinho estava murcha, até mesmo sua fiel companheira Nica, uma cadelinha toda dona de sí e conhecedora de muitas atitudes humanas não conseguia penetrar naquele coraçãozinho triste e desamparado, mas como Zoe diz:“Quando se ama os corações tornam-se interligados de uma maneira tão intima que a alegria de um necessariamente se torna a do outro”.

 

Por um tempo eles não se conheciam, mas faltava pouco para que suas vidas se cruzam-se e novas esperanças e certezas acontecessem...

 

Essa é uma estória daquelas difíceis de elaborar uma resenha, não que a leitura não tivesse me prendido, pelo contrário foi uma das melhores leituras que já fiz, porque foge do usual, a visão de uma cadelinha frente às diversidades da vida de sua dona, me envolveu tanto que fiquei a deriva em uma tempestade de emoções essa foi uma das melhores experiências que tive ao ler um livro.

Contada em primeira pessoa com personagens bem construídos, tanto os principais como os secundários. Camila tem uma escrita leve e de fácil compreensão o desenho da estória foi bem elaborado e desenvolvido, impossível parar de ler e de se apaixonar. Só quem tem ou teve um cachorro em sua companhia vai saber o quanto essa estória é penetrante e reveladora.

 

Esse enredo nos fala da amizade e na cumplicidade que existe entre o ser humano com o ser animal.

 

A amizade aparece em momentos diversos e misteriosos, às vezes em fases de abandono e descaso carregado de benevolência e solidariedade. Isso independe de como seja o amigo, pois ele pode ter orelhas estranhas, formas diversas, tipo diferente, cor indefinida e isso se torna totalmente irrelevante, pois o que importa é que ele te entenda, mesmo que ele não fale ou que você não entenda o que ele quer dizer, mesmo que ele se expresse no olhar e nesse momento você verá que a amizade não tem formula e sim uma eterna cumplicidade. Muitas vezes pensamos que somos nós que damos carinho, mas isso é um mero engano, somos nós que necessitamos e recebemos o carinho, simples assim!

 

Quando não sabemos o que dizer e a quem recorrer é só prestar atenção, pois você verá aquele rabinho abanando, uma língua grande e pingando, com aqueles olhos grandes e úmidos te encarando, ali você verá o seu reflexo e todo amor que ele tem para te oferecer!

 

Parabéns, Camila pela forma delicada e tão cheia de sentimentos que você derramou nessa estória, com sua escrita leve e envolvente nos mostra que quando falarmos em escritas com sentimentos, você é um dos nomes a serem mencionados!

 

 

A capa do livro é encantadora e tem haver com o tema abordado com uma boa diagramação e com uma ilustração belíssima feita pelo ilustrador Ricardo Chagas, onde Zoe tem seu primeiro contato com Mel e é nesse momento que a estória começa a ser apresentada. Rendi-me totalmente!

 

Parabenizo também a Editora Coerência pelo trabalho que apresenta aos leitores a cada lançamento uma surpresa maravilhosa, como esse livro.

AGORA, que final.....sem palavras!

 

Indicadíssimo!

Vamos apoiar a literatura nacional!

 

É isso, beijos e tchau!

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Horror na Colina de Darrington

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

August 27, 2019

July 24, 2019

June 26, 2019

Please reload

Arquivo