Despertar – Autora Li Couto

November 20, 2016

Despertar

Autora: Li Couto

Editora Coerência

Pag. 191

Ano: 2016

ISBN: 978-85-92572-30-3

Capa: Décio Gomes

Ilustração: Ricardo Chagas

Diagramação: Bruno Lira

Revisão: Kate Willians

Gênero: Literatura Brasileira / Romance / Mistério / Fantasia

Fonte: Boa, com espaçamentos adequados.

 

Olá turminha boa de leitura, hoje é a vez do livro Despertar da autora Li Couto em parceria com a Editora Coerência.

Essa é uma daquelas tramas que envolvem um romance delicado, com doses perfeitas de mistério e fantasia. Uma perfeita junção!

 

A capa do livro é enigmática. O que esses olhos querem dizer... seria um sentimento de tristeza e abandono, ou simplesmente a tradução do desconhecido, da incerteza regada a um pedido de socorro, ou a marca de uma vingança?

Seria mesmo que os olhos são o espelho da alma?

 

Por que muitas vezes os descendentes tem que carregar o fardo de suas famílias e serem condicionados a viver de acordo com o que eles acham o certo?

 

Então, vamos acompanhar a trajetória de nossa heroína e descobrir por quais terras misteriosas ela terá que caminhar...

 

Paola é uma jovem de 14 anos, que tem um irmão gêmeo de nome Roberto, filhos de Catarina e Odair Duncan.

Sua jovem vida poderia ser igual à de qualquer garota da sua idade com muitos amigos na escola, namorado, passeios animados no fim de semana, fazer esportes ou simplesmente passar os dias estudando com as amigas de classe... poderia...mas, não é!

Sua vida é um grande mistério. Ela não tem lembranças concretas de sua infância e tudo que passa em sua cabeça é uma sessão de flashes desconexos.

Nada poderia ser pior, mas o grande mistério é que ela vive longe do seio da sua família, pois ela mora em uma casa afastada da cidade sob os cuidados de dona Estela e Dinorá, e, essas são as únicas pessoas com quem Paola convive.

Os melhores momentos de Paola eram os dias em que seus pais e o irmão iam visita-la. A cada visita dos pais a garota fazia uma festa, mas o que ela não sabia é que sua existência é cercada de um grande mistério, pois ela possui algo diferente que chamaria a atenção e até certo espanto de quem olhasse para ela e era por isso que vivia reclusa e afastada de todos e o mais curioso era que em sua casa não havia espelhos para que ela pudesse se ver, até ela era proibida de se admirar, mas esse mistério que ronda a garota esta com os dias contados...

Em uma das visitas feita pelos seus pais Paola escuta uma conversa reveladora que a faz sair desesperada e nessa fuga ela encontra Arthur que ao se deparar com a jovem tão indefesa, fragilizada e sozinha decide ajuda-la, mas ao se ver naquele olhar uma mistura de sentimentos o invade... o que era aquele olhar e o que estava por trás daqueles olhos tão diferentes e misteriosos?

E agora, juntos, Paola e Arthur irão tentar descobrir qual o segredo está por trás de sua existência e para isso precisarão de ajuda para irem em busca da verdade e eles deverão se apressar, pois o tempo poderá ser aliado ou inimigo!

Qual segredo ronda aquela família?

Poderão eles reescrever uma nova estória?

 

Esse é o primeiro livro da autora Li Couto que nos encanta com um livro narrado em terceira pessoa com personagens bem construídos, com boas descrições nas ambientações, com uma escrita leve, bem fluida de fácil leitura e compreensão, bem gostoso de ler. A estória gira em torno de um mistério familiar e foi me pegando aos poucos e quando me dei conta já estava toda envolvida no enredo. A dinâmica da estória é bem legal, mas o final ficou com um sabor de continuação, não que isso tenha prejudicado toda a trama, a estória tem um final legal, mas me deixou esperando algo mais!

Posso te dar uma dica de leitora, Li Couto?

Faça o livro II, assim fecharia com chave de ouro, a estória merece!

A autora foi bem criativa ao introduzir em sua estória uma viagem temporal, o efeito borboleta. Adorei!

 

A estória nos apresenta também o resgate de certas atitudes que estão á nossa volta, esperando apenas o momento para o grito de liberdade!

Mostrando-nos que viver dentro dos acertos dos outros pode significar viver uma felicidade pela metade e que quando se tem coragem e embarca naquilo que acredita pode até ser um erro, mas a vivencia seria sua, a sua experiência e responsabilidade e não dos outros e que não adianta fugir do passado, pois um dia ele vem e cobra a sua covardia e mostra que isso te impediu de externar o que seria melhor!

 

Uma bela capa que revela muito da estória, ótima diagramação e ilustrações muito bem feitas.

 

Parabenizo você Li Couto pelo trabalho e a Editora Coerência pela excelência e carinho com os leitores.

 

 

A marca

O feitiço

A maldição

As descendências

Dores do passado

 Revelações surpreendentes.

 

 

Vamos apoiar a literatura nacional!

 

É isso, beijos e tchau!

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Horror na Colina de Darrington

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

August 27, 2019

July 24, 2019

June 26, 2019

Please reload

Arquivo