Os Filhos de Ítaca – Livro IV Angie Stanley

May 12, 2016

 

Que cheirinho bom, de Resenha espalhando pelo ar!

Olá turminha boa de leitura, agora chega ao fim uma das quadrilogias mais deliciosas e hilariantes e ao mesmo tempo com grandes ensinamentos que já li. Gostaria de dizer que mesmo com todo o bom humor rasgado da minha autora Diva Angie Stanley, seus enredos são cheios de pontos reflexivos e verdadeiros, nos convidando sempre as reflexões do dia a dia.

O livro Os Filhos de Ítaca fecha a quadrilogia teen, composto pelos livros seguindo na ordem (Uma Segunda Chance, A Ladra de Corpos, O Bom Partido e finalizando Os Filhos de Ítaca) e como dito anteriormente todos tem um único enredo, mas para ter uma dinâmica mais divertida é legal ler as outras obras que compõe a quadrilogia. Essa é uma comédia romântica prazerosa, leve, intensa e muito perturbadora.

Quando os pais se deparam com a realidade de que um monstro enganador e sedutor está prestes a tomar seu filho e o submergir em águas turvas e perigosas, ele sai de sua zona de conforto e se põe a luta, arregaça as mangas e não se deixa abater, seguindo cegamente ao chamado anterior. E é assim que a estória começa...

 

Nick Stern e Tyler Ritter se conhecem desde a mais tenra infância e juntos fundaram uma das bandas de rock mais aclamadas do momento. Apesar da pouca idade 17 anos, eles vivem longe de suas famílias, devido às turnês da banda. Seus pais de longe acompanham a vida desregrada que os filhos levam, cheias de festas, bebidas, mulheres regada a muita droga e escândalos. E foi depois de um sonho premonitório na noite de natal, que Angie Stanley, tia de Nick e madrinha de Tyler sabia que a hora havia chegado!

 

Levar os jovens para Ítaca um cidade litorânea, onde a beleza e o mistério se entrelaçam para resgata-los daquele buraco profundo das drogas.

Tyler era um jovem presunçoso, narcisista que achava que tudo girava em torno dele, mas que no fundo estava perdido e descrente de tudo, principalmente do amor e o que mais queria era que sua vida tivesse um pouco de cor e ele não se conformava em ir para um local que ligava nada a lugar nenhum, onde o tédio e a mesmice seriam insuportáveis, ainda mais sem a companhia do amigo que chegaria à cidade semanas mais tarde. Nick um jovem sutil, discreto, e extremamente educado, um príncipe que se deixou envolver pelas facilidades da vida, mas que mantinha firme uma promessa que tinha feito ao seu avô antes dele falecer. Mas o que os jovens não sabiam, era que a ida deles para Ítaca escondia uma profecia que havia sido revelada há muito tempo atrás, e que os ares daquele local irão revelar certos segredos perigosos e tentadores, onde duas amigas guerreiras e destemidas, Moira e Dee Dee, guardam um segredo, e que irá despertar em nossos jovens garotos sentimentos e atitudes diversas e inimagináveis e mostrarão que existe uma beleza gritante na amizade e que a união feita por elos invisíveis terão que se expor e ser defendido sem pensar em consequências ou receios, onde o amor poderá ou não sair vitorioso, mas o que todos querem, é que possam experimentar até o último gole!

 

Foi um prazer poder ler essa estória tão bem construída que trás uma carga de emoção muito grande, onde pude sentir que estava em Ítaca vivenciando todo o desenrolar da trama, sentindo a angústia dos pais com os destinos incertos de seus filhos e também sentir a efervescência e as tiradas engraçadíssimas da juventude de nossos astros principais, Tyler, Moira, Nick e Dee Dee, e não posso deixar de mencionar o irresistível casal Jack e sua amada Gwinnie que também tiveram que enfrentar certos obstáculos no decorrer da trama.

 

Essa é uma daquelas estórias que nos obrigam a pensar em nossas vidas e refletir: Quantas vezes temos que entrar em um mundo desconhecido e cheio de percalços para tentarmos dali desvendar a nossa verdade? Mesmo que essa verdade seja dura, impiedosa e triste. Será que encontraremos uma saída? E nós, sairemos igual ou algo mudará?  Será que somos dignos de uma Segunda Chance?

 

Os Filhos de Ítaca conta a estória dos filhos dos protagonistas dos livros anteriores da quadrilogia. Quero muito ressaltar a forma forte e comovente com que Angie escreve nos brindando com sua escrita inconfundível.  A capa do livro é de uma beleza e transmitiu todo o sabor da estória e a diagramação maravilhosa, só um fato me incomodou um bocadinho, a cada mudança de capítulo uma arte diferente era apresentada só que devido à cor confundir-se com as letras às vezes ficava um pouco difícil à leitura.   Essa estória me levou  a ter sensações de amor, cumplicidade, implicância, desprezo, paixão e raiva com doses de fortes emoções.

 

Agora, fecham-se as cortinas de uma bela estória que iniciou-se no livro Uma Segunda Chance e vê seus momentos finais nesse, que será o meu queridinho também. Para você Diva Stanley eu fico de pé e te reverencio, pois sua forma de escrita nos contamina e não podemos deixar de sofrer ao aguardar mais uma de suas lindas e inesquecíveis narrativas.

 

Posso dizer que existe leitor antes e depois de conhecer a escrita de Angie Stanley, pois quem foi pego pela escrita dela nunca mais será o mesmo.

 

Agora leia, sinta e deseje...

 

Se um dia partires para Ítaca, vá sem medo e aproveite todas as experiências do caminho, pois tenha a certeza de que será repleto de aventuras e de saber. Não deixe que a incerteza, os dissabores e o medo te impeçam de concluir o seu destino! Não tente fugir daquilo que está escrito, pois esse é seu por direito!

 

Recomendadíssimo é isso, beijos e tchau!

Please reload

Posts Em Destaque

Horror na Colina de Darrington

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

August 27, 2019

July 24, 2019

June 26, 2019

Please reload

Arquivo