• Cláudia Eu Leio Sim e Daí

Abismo do Mal - Uma homenagem brasileira ao horror cósmico de Lovecraft


Olá turminha boa de leitura, hoje vou falar sobre a antologia “Abismo do Mal” que foi idealizado e organizado pelo autor Gabriel G. Sampaio juntamente com a Lura Editorial que abordará uma vertente incrivelmente torturante do terror “o horror cósmico”, um dos melhores estilos lovecraftiano.

O universo e sua quarta dimensão irão rechear cada partícula desse livro, essa foi a maneira mais hipnotizante que 32 autores, tiveram para deferênciar um dos grandes praticantes da literatura do horror clássico do século XX, H. P. Lovecraft.


Cada conto tem uma característica sufocante e impregnante que aprisiona o leitor a cada página, traduzindo o que de pior pode existir ao depararmos com o desconhecido. Estaremos em frente ao abismo em que a loucura ou o sentimento de perseguição retratará a fragilidade assombrosa, que leva seus personagens a perda da pouca sanidade que os acompanha.


Seja bem vinda e respire se conseguir!










Aqui, apenas algumas pinceladas sobre cada conto:


1º Conto – As vozes de Vôrgaoth

Por Gabriel G. Sampaio: A solidão pode ser um perigo e conduzir uma pessoa por caminhos tortuosos e coberto de loucuras. Isso foi o que aconteceu com a jovem Brenda, naquele Conjunto Habitacional estranho, úmido e sufocante. Atrás daquela porta, bestas insanas aguardam à hora de atacar. Pobre Brenda. Curiosa Brenda!


2º Conto – A Cidade

Por Luiz F. Chiaradia: Uma cidade impregnada com seus segredos macabros e seus habitantes se tornam reféns das sombras que rastejam pelas suas ruas. Naquela noite o horror tomou conta dos sentidos de Jorge, talvez o torpor o aprisionasse e gelasse seu sangue. O que ele teria visto? Isso é o horror!


3º Conto – Úmido

Por João Bonorino: Quantos mistérios certas lendas podem trazer. Seria mesmo invencionice, ou por trás delas escondem-se grandes verdades!

Depois de uma viagem Rita trouxe uma bela flor enigmática que além de água ela também tinha um gosto peculiar para outros tipos de adubos. Algo de bizarro consumirá seus dias. Quanto pavor!


4º Conto – O açude

Por Rafael Sanges: Após a morte de sua esposa, sua companheira de uma vida, vender aquele sítio poderia ser a melhor solução, mas as lembranças o impediam, porém vizinhos com intenções duvidosas estavam rondando o lugar para comprá-lo. Qual seria o real propósito? Acredito que ele deveria aceitar a proposta, pois mistérios que fogem a compreensão estão prontas para serem libertadas!


5º Conto – Conchyliosite

Por Marília Oliveira Calazans: Em certas cidadelas existem histórias antigas que impregnam suas casas e escondem segredos em suas paredes. E ela foi escolhida para participar e perpetuar as barbáries de outrem. Loucura ou alucinação? Olha aqui o terror!


6º Conto – Sementes do mal

Por Raquel Cantarelli: A busca pelo oculto e por desvendar mistérios foi o poço sem fundo para ela e seu mestre. Uma cidade perdida em plena selva amazônica. O que eles vivenciaram foi o início do fim para ambos. A Serra do Roncador guarda segredos. Será que o demônio mora ali?


7º Conto – O que se esconde sob a pele

Por André Luiz de Melo: Várias pessoas já tiveram algum probleminha na adolescência seja de ordem hormonal, comportamental ou até dermatológico e foi justamente esse horror que aconteceu com ela. Uma pequena espinha que se transformou em algo repugnante e enigmático. O que era aquilo que estava saindo?


8º Conto – O segredo do Barão de Grão-Mogol

Por Alfredo Alvarenga: Quando 3 amigos céticos até aquele momento, resolveram desbravar um lugarejo conhecido por suas histórias macabras, repletas de maldições e crueldades. Eles puderam presenciar e sentir na pele que certas heranças hereges têm que serem mantidas enterradas e jamais desacreditadas.


9º Conto – Assombro

Por Miquéias Dell’ Orti: Seria um chamado ou uma premonição? Ele estaria vendo, sentindo ou simplesmente, foi um pesadelo? O que aquela visão queria dizer. Seria seu lado irracional devorando seu lado racional? Nada se explica apenas aquela visão!


10º Conto – Última apresentação

Por Igor Cabrardo: Pobre Isaac, às vezes quando se pensa apenas em ajudar, tal intento pode acarretar grandes perigos. Um jovem ator que pensou estar colaborando com um amigo e foi colocado naquele, que poderia ser seu último ato. Ele estava vindo, cheio de fome voraz. A besta estava ali, podia sentir seu cheiro!


11º Conto – Eu também sou o escuro da noite

Por Juliana Cachoeira Galvane: Por vezes quando se sente sozinho e a margem dos outros, pode-se abrir uma porta e aquilo que está a espreita, no escuro e oculto encontre o caminho para entrar. Poderá levar algo de precioso e apenas deixar a incerteza e o escuro na alma!


12º Conto – Esconde-esconde

Por Amanda Silva: Algo de muito estranho habita naquela cidade. O cinza e obscuro está até mesmo no ar. Ele estaria louco ou apenas uma mente cansada? Mas, e aquele sentimento estranho de algo o observando? É melhor não sair, ou fugir enquanto pode. Os dias passam... e voltam...


13º Conto – Escolhas

Por Thadeu Fayão: Tudo que aquela mãe queria é que ele fosse seu orgulho, mas a vida o transformou em alguém alienado que tinha uma vida as avessas, mas em um dia tudo mudou! Alguém ou uma força celestial o transformou. Será que seu desejo foi atendido? Eles estão chegando! Seria ele mesmo?


14º Conto – A caverna profana

Por Rafael Danesin: A floresta amazônica é conhecida por suas ervas medicinais, sua beleza e encantos. Mas, também abriga um mal secular, que apavora e afugenta os índios das redondezas. Se aproximar pode ser perigoso. Não se sabe realmente, porém ele pulsa e novas vitimas ficarão em seus tentáculos!


15º Conto – A carruagem fantasma

Por Odon Bastos Dias: Voltar para aquele lugar que antes em sua infância o enchia de felicidade, agora, não mais. Não, naquelas circunstâncias. Mas, aquele convite aguçou sua curiosidade e investigar uma possível lenda local parecia tentadora, só que o inimaginável irá de encontro a eles. Certos acontecimentos irão emprenhar em seus sentidos e o horror tomará posse de suas entranhas.

16º Conto – Sr. Antenor

Por Kleber da Silva Vieira: Misteriosos acontecimentos ocorreram naquele rancho simples que impregnou o local. Algo que fugia a compreensão de todos e fez nascer lendas e causos que passou de boca em boca. Uma força não humana e amaldiçoada perpetuou naquele lugar. Medo, calafrio e mau agouro!


17º Conto – Hatorek em duas dimensões

Por Renato Felix Lanza: Um jovem indígena terá a oportunidade de estar em 2 dimensões. Em uma será odiado e desprezado e em outra amado e respeitado, mas devido sua curiosidade terá outra recepção e seres misteriosos o perseguirão e ele entenderá como lutar contra seus medos e horrores.


18º Conto – Vigia noturno

Por Lucas Josijuan Abreu Bacurau: Nesse conto conheceremos o relato de um vigilante noturno que presenciou algo que não devia ter visto. Seria loucura ou uma mera ilusão, mas algo afetou sua memória e ele não mais se reconhecia. Será que algo se apossou de seu corpo? O que havia acontecido naquele laboratório?


19º Conto – Quieta non movere

Por Nathalia Scotuzzi: Quantos segredos as pequenas cidades escondem? Em suas construções enigmas indecifráveis com aparências e odores estranhos. O que ela não pensava é que tentar desvendar certos segredos pode-se agregar grandes problemas e descobrir tarde demais que quando algo está enterrado/escondido, assim deverá permanecer.


20º Conto – Estranho livro

Por Idevarte José: Um livro misterioso que tem um poder magnético de hipnotizar aquele que tem a infelicidade de desfolhar suas páginas. Quem será seu autor, de onde surgiu e o que tem escrito ali? De pessoas sociáveis e alegres, transformam-se em seres arredios e solitários. Seria melhor que ninguém abrisse esse livro!


21º Conto – Insanidade letárgica

Por Tauã Lima Verdam Rangel: Uma mulher envolve-se tanto em seus estudos que mergulha em um estado em que ela não sabe se é loucura ou apenas delírios de uma mente cansada e fértil. Ela estava sendo levada para um poço repleto de bizarrices bárbaras.


22º Conto – O machado cósmico

Por Vinícius Coutinho Marques: Tudo que ele queria era aproveitar o descanso com a família para curtir a festa natalina, mas por vezes lugares abandonados deve-se respeitar e o que encontrar não deve ser mexido e nem conjurar o que está escrito. Ele não deveria ter lido e nem ironizado, o resultado pode ser enlouquecedor.


23º Conto – O castelo

Por Washington M. Costa: Um jovem psiquiatra vê uma oportunidade em aprimorar sua especialidade em uma cidade do interior de Minas Gerais. Acontece que o sanatório pode oferecer experiências surreais. O que ele presenciará pode levá-lo a um caminho sem volta!


24º Conto – A música perdida

Por Tiago J. de Oliveira: Viajar e conhecer um novo local sempre será convidativo e atraente, ainda mais quando junto está seu novo romance. Até que ponto o que ele vivenciou foi realidade, ou simplesmente uma fantasia. Algo está próximo!


25º Conto – Pesadelo holandês

Por Gabriel José da Silva Cavalcanti: Nesse conto o pano de fundo é Pernambuco, onde seres bizarros estão dizimando os habitantes daquela região. Ele já tinha tido aquele pesadelo premonitório e porque não prestar atenção naquele aviso? Suas armas e estratégias poderão ser ínfimas perante a fome voraz de seus opressores. Tempos escuros e sangrentos podem estar chegando!


26º Conto – Molambudos

Por Marcelo Dias de Carvalho Filho: Ali era mais um dia normal para aquele coveiro. Na reestruturação daquele cemitério ele encontrou a história de terror de um médico e seu paciente. Ao ler tão terrível registro pode constatar que o maligno ronda, é cruel e odioso. Transformou a vida de uma criança em algo pérfido e miserável. Cuidado as lembranças não serão cristãs!


27º Conto – Saudades

Por Bruno Iochins Grisci: Nesse conto a angustia da separação será o fio condutor que fará um apaixonado buscar pelo seu último adeus, quem sabe até poder sentir o contato e o cheiro da pessoa amada. O momento está certo e o horário fatídico também. Agora era esperar que ela chegasse, assim, como o ponteiro irá marcar aquele horário onde as almas saem de seus pequenos repousos.


28º Conto – Eles Existem

Por Edvaldo Leite: O mundo está sendo atacado por criaturas estranhas o caos entre a humanidade e as lendas folclóricas estão acontecendo. Ninguém sabe dizer como tudo começou, mas a humanidade está sendo dizimada, está tudo se acabando. Isso é o horror!


29º Conto – O quadro na parede

Por Lendro Zapata: Aquele poderia ser mais um quadro com uma bela paisagem, juntamente com uma bela moça, mas o que o jovem não sabia era que seu destino estava interligado. Ela precisava de ajuda e ele também. Sonho e realidade se fundem. O fim está próximo!


30º Conto – A luz que ilumina minhas lembranças

Por Leonardo Meirelles Alves: Em certos momentos as lembranças se esvaem e um oco perpetua em sua mente. Não sabe o porquê querem lhe matar, mas algo dentro dele está vivo e pulsante. Por vezes o desconhecido não deve ser revelado. Ficar escondido no escuro de seu subconsciente pode ser uma artimanha para esconder sua forma grotesca e animalesca, pois a sua face temida sempre irá aparecer, assim é a maldição!


31º Conto – O lado oculto

Por Sandro Muniz: Realmente, existem muitos mistérios pelos cantos e certas descobertas podem ser perigosas e levar os mais fracos a um estado de loucura total, mas será mesmo que eles se comunicaram com seres de outro planeta?


32º Conto – A quarta regra de Santa Seni

Por Geean MR: Em vilarejos muitas crendices são espalhadas e porque não dizer compartilhadas e vivenciadas? Existe um causo aterrorizador que se iniciou por meio de inveja e o sentimento de autoritarismo. Foi assim que o mal se impregnou naquele local. O abismo está mais próximo que se pode imaginar, fuja de seus tentáculos!



Agora...


Que delicia de livro Gabriel, parabéns por esse enredo tão rico que conseguiu me transportar para lugares estranhos e bizarros. Gostaria de falar mais de cada conto, mas em se tratando de contos temos que ser breve para não soltar algo que não deveria ser dito.

Estava bem curiosa para poder ler o livro na íntegra, pois tive o prazer em fazer as primeiras impressões dessa antologia.

Neste livro encontramos contos de qualidade e de leitura bem rápida e homogênea. Cada conto é muito bem amarrado, dinâmico, cheio de suspense, sangue, horror e perversidade. Passei momentos bem prazerosos lendo esse livro. Adorei a capa e a diagramação está perfeita.

Cada escritor, dentro de suas particularidades, apresenta narrativas empolgantes, bem escritas e que prendem o leitor do início ao fim. O clima úmido e inconstante, presentes nos contos sombrios transporta a alma a uma total escuridão de sentidos. Eles conseguem transitar pelos limiares do bem e do mal com total competência que conseguimos participar de muitas cenas descritas em cada enredo distinto. Consegui identificar a força sombria do grande Lovecraft em cada escrita.

Lendas do nosso folclore serão apresentadas em formas jamais contempladas, o horror será dominante. Histórias de povos primitivos e suas heranças farão parte de grandes rituais. O buraco negro irá dominar e será um convite para a exclusão de bons sentimentos. A obediência será a entrega ao mundo paralelo tornando-se inevitável. E todos poderão ver algo irreal e assustador.



Recomendadíssimo

Você pode adquirir o livro pelo formato físico

Aqui: Amazon.com.br/Abismo

Fale com o organizador e autor no facebook:gabriel godinho sampaio

Instagram:@gabrielg.sampaio


Informações gerais

Abismo do Mal

Organizador e autor: Gabriel G. Sampaio autores: Alfredo Alvarenga, Amanda Silva, André Luiz de Melo, Bruno IochinsGrisci, Edvaldo Leite, Gabriel G. Sampaio, Gabriel José da Silva Cavalcante,Geean MR, Idevarte José, Igor Cabrardo, João Bonorino, Juliana Cachoeira Galvane, Kleber da Silva Vieira, Leandro Zapata, Leonardo Meirelles Alves, Lucas Josijuan Abreu Bacurau, Luiz F. Chiaradia, Marcelo Dias de Carvalho Filho, Marília Oliveira Calazans, Miquéias Dell’Orti, Nathalia Scotuzzi, Odon Bastos Dias, Rafael Danesin, Rafael Sanges, Raquel Cantarelli, Renato Felix Lanza, Sandro Muniz, Tauã Lima Verdam Rangel, ThadeuFayão, Tiago J. de Oliveira, Vinícius Coutinho Marques, Washington M. Costa.

Lura Editorial

Pag. 263

Ano: 2019 – 1ª edição

ISBN: 978-65-80430-22-2

Capa: André Luiz de Souza Lima

Diagramação: Lura Editorial

Revisão: Walter Bezerra

Gênero: Literatura Brasileira / Contos / Terror Cósmico / Ficção


É isso, beijos aterrorizantes e tchau!


Incentivando a Literatura Nacional!


#AmoLiteraturaBrasileira #LivroAbismodoMal #TerrorCósmico #Ficção #EuLeioLuraEditorial #AmazonBrasil #Resenha #LivrodeTerror #AutorGabrielGSampaio #EuleioHorror #EuLeioTerror #AmoLer #AmoLivros #Skoob #EuLeioSimeDai #Leitora #IndicaçãodeLeitura #EuLeioNacional #VemComigo #FicaDica











5 visualizações0 comentário
  • All Souls Night
  • -
  • Loreena McKennitt
00:00 / 00:00

@2016. Todos os direitos reservados a euleiosimedai.com.br