• Cláudia

Querubins - A Balança do Coração


Querubins – A Balança do Coração

Autora: Martha Ricas

Editora Coerência

Pag.267

Ano: 2016

ISBN: 978-85-92572-15-0

Capa: Marina Avila

Ilustração: Ricardo Chagas

Diagramação: Bruno Lira

Gênero: Literatura Brasileira / Fantasia / Querubins e Demônios

Fonte: Boa, com espaçamentos adequados.

Olá turminha boa de leitura, como é bom poder ler um livro e ao fechar o livro você pensar: Esse livro daria um filme maravilhoso, foi isso que eu disse no primeiro livro da minha parceira a autora Martha Ricas em “Querubins A Sentença da Espada” e continuo dizendo nesse “Querubins A Balança do Coração”. Um enredo envolvente e primoroso e que em muitos momentos cheguei a visualizar as cenas de confrontos entre o bem e o mal!

Esse é o II livro da série Querubins, mas não se preocupem cada livro tem uma estória independente com lugares distintos.

Ashira é uma querubim da Segunda Ordem Guerreira que foi designada pelo plano celeste para uma grande missão na terra, mais precisamente na Floresça renascentista no século XVI D.C, palco de grandes descobertas, onde a beleza das cores e suas matizes se confrontavam com a ausência de cor e luz de certos corações.

Mas antes de tomar sua posição de guerreira foi alertada a tomar cuidado, pois o mal é ardiloso e traiçoeiro, tornando-se assim muito perigoso, pois Ashira era doce, sensível, cheia de amor, de graça e compaixão e acreditava muito na bondade dos seres e seria pelo seu coração que a vitória poderia vir, mas da mesma maneira ela poderia se deixar influenciar pelo engano e dessa forma a derrota seria eminente, mas não se enganem apesar de toda sua compaixão e benevolência ela é uma guerreira e terá que revelar o seu lado querubim e levantar e abaixar a sua espada quando necessário.

Essa era uma guerra perfeita para Ashira, pois por ser a única querubim cantora, ela teria a leveza necessária para entrar e dissuadir aqueles a sua volta e tentar minar uma guerra que aconteceria entre as famílias dos Di Médici e dos Storza que eram instigados pelas forças demoníacas e também localizar aquele que iria ajuda-la em sua batalha, um atalaia (um humano que consegue enxergar não pelos olhos naturais, mas pelos espirituais, guardando, vigiando e zelando percebendo assim, qualquer investida ou permanência de seres sobrenaturais).

Ashira ao chegar a terra decidiu descer em um trigal, local afastado onde estaria longe de olhares curiosos e assim poder chegar em seu destino sem causar suspeitas, mas não foi isso que aconteceu entre a plantação havia um jovem aspirante a pintor de nome Lucca Amato que registrava a beleza do dia, qual não foi sua surpresa ao ver uma donzela linda que mais parecia um anjo, ali, cantando e dançando ao sabor do vento. E foi nesse momento que Ashira teve o seu primeiro contato com os humanos do local e naquele instante a vida do jovem humilde, bondoso e sonhador Lucca Amato iria mudar e muito de sua vida seria revelada!

Ashira deveria se apressar e se encaminhar para o local para onde foi designada, para poder se infiltrar entre os humanos ela usaria um disfarce, seria a dama de companhia de Graziella Di Médici uma jovem que carregava consigo todo ódio e desprezo que as pessoas tinham pela sua família e apesar de ser cheia de vontades e cruel guardava em seu coração uma rota de fuga que mudaria o rumo dos acontecimentos, ela era filha de Giulliana uma mulher passional, altiva, forte e muito autoritária que mantinha seu coração fechado para qualquer sentimento que não fosse o poder, mas nem sempre foi assim...e de Matteo um homem frio, calculista, ambicioso e implacável que causava medo e horror no povo que ele governava.

Aos poucos Ashira consegue conquistar a confiança da jovem herdeira, até que o inevitável acontece... devido á uma traição entre as famílias Di Médici e a Storza assediados pelas forças do mal declaram guerra entre si e é nesse momento que Ashira terá que equilibrar todas as suas forças contra uma batalha onde o visível e o invisível estarão presentes e tentarão a todo custo uma vitória massacrando assim os puros de coração e nesse momento com a guerra declarada muitos segredos serão revelados e a força e a garra das mulheres serão postas a prova conduzindo por caminhos que só o coração e a razão unidos poderão propagar... a vitória!

Um livro narrado em primeira pessoa que oscila entre a visão de Ashira e de Lucca. Essa é uma estória muito bem contada, ricamente elaborada e irresistivelmente apaixonante. Martha é uma dessas autoras que consegue nos prender com seus enredos de querubins femininos com dosagens suaves e fortes em meio a batalhas sangrentas e com a delicadeza de cenários bucólicos e irresistíveis. Os personagens são bem construídos e cativantes.

Esse livro me balançou, emocionou e me surpreendeu a cada página virada e me fez pensar:

Em nossas batalhas diárias devemos sempre estar abertas a ouvir e compreender o outro sem julga-lo, pois ele pode carregar consigo um fardo, uma tristeza ou uma atitude que a vida lhe impôs. Devemos tentar tirar o melhor de cada pessoa, pois ninguém é totalmente bom ou mau, pois entre as incertezas da vida a fé nos levará a tirar o melhor que o outro pode dar!

Devemos estar sempre alerta, pois o mal só espera a vulnerabilidade das pessoas para se instalar!

A vida pode nos derrubar,

Mas nós é que decidimos

Se vamos levantar ou não.

Não posso deixar de falar sobre a sedução dessa capa que é comovente que salta um olhar de benevolência e amizade, Uma beleza de diagramação e ilustrações inspiradoras no decorrer da leitura.

Parabéns, Martha por me levar ao mundo dos querubins e suas batalhas e por dividir com os leitores essa saborosa estória e parabenizo também a Editora Coerência por acreditar nessa autora maravilhosa que conseguiu mexer com os meus sentimentos.

O dom

A traição

Acordos feitos

Promessas seladas

Amores essenciais

Verdades descobertas.

Vamos apoiar a literatura nacional!

É isso, beijos e tchau!


0 views
  • All Souls Night
  • -
  • Loreena McKennitt
00:00 / 00:00

@2016. Todos os direitos reservados a euleiosimedai.com.br