Livros adquiridos na Horror Expo 2019

23/ 10/ 2019

a.jpg

     

       Olá turminha boa de leitura, foi impossível passear pelas ruas do evento e não se apaixonar por alguns títulos, então vamos conhece-los.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Funerária do Dr. Iku – Luva     Editora - Uma antologia organizado por A.T. Sergio com a participação de 14 autores. Entre eles, alguns que conheço e adoro, como: Carolina Mancini, Tito Prates, Úrsula Antunes, Rafael Danesin e A. T. Sergio.

Sinopse:A funerária Santa Clara, no bairro de Inhaúma - RJ, é um estabelecimento que evitamos pensar. Envolta pela dor e maus agouros, ignoramos sua existência como se assim pudéssemos enganar o destino inexorável de cada um de nós: A MORTE. Contudo... e se alguém lhe dissesse o que há depois dela? Melhor ainda, se oferecesse outras opções além do fim?

Neste livro, você encontrará relatos de outros mortais que cruzaram o caminho de Sr. Iku em sua busca tenebrosa. Não se engane, leia se tiver coragem. Afinal, não se pode brincar com a morte, muito menos, encontrá-la e sair impune.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

      

 

Folhas do Mal – Lura Editorial – Contos que homenageiam autores consagrados, como: H.P Lovecraft, Edgard Alan Poe e tantos outros.  Escritos pela autora Raquel Cantarelli.

Sinopse:  Folhas do Mal é o livro que todo amante do terror sempre sonhou. Uma seleção especial de contos da autora Raquel Cantarelli que homenageia os seus autores favoritos do gênero, como H. P. Lovecraft, Edgar Allan Poe e tantos outros. Uma homenagem àqueles que dedicaram a vida à arte de pensar o impensável. Nestas páginas, Raquel Cantarelli dedicou-se com muito cuidado e carinho para que os adoradores do gênero do terror tivessem em mãos contos que os façam viajar aos recantos mais alucinados da mente humana, mesclando loucura e realidade, tinta e sangue, escuridão e luz, na atmosfera tão bem-criada por seus autores favoritos do gênero.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paralysis Somni – Luva Editora – Antologia organizada por Mhorgana Alessandra, com a participação de 27 autores. Entre eles, alguns que conheço e adoro, como: Carolina Mancini, Tito Prates, Debora Gimenes, Rafael Danesin, A. T. Sergio e Rodrigo Ortiz Vinholo.

Sinopse: “Seus membros começam a formigar, de repente você acorda e descobre que está paralisado, enquanto a sensação de estar sendo observado se torna cada vez maior. Você tenta falar, mas não consegue. Apenas move os olhos buscando a origem do incômodo, mas nada além da escuridão”.

A Paralisia do Sono é estudada há séculos e muitas lacunas ainda permanecem assustando pessoas e alimentando mitos diversos, desde abduções alienígenas a demônios ancestrais em forma de vulto que se sentam ao pé da cama, ou sobre o peito de suas vítimas, para sugar sua energia.

Caro leitor, caso tenha problema de insônia, pense bem antes de se aventurar pelas páginas desta antalogia.

 

 

 

 

 

Gothic – Luva Editora – Antologia organizada pela minha doce parceira C.B.Kaihatsu que transportará o leitor a presenciar atitudes chocantes de seres cruéis e famintos por sangue e dor. Estão presentes nesse projeto 17 autores. Entre eles, alguns que conheço e adoro, como: A. T. Sergio, Brunna Brasil, Carlos H. F. Gomes, Meg Mendes, Natanael Otavio, Rodrigo Ortiz Vinholo e Vanessa Antunes. O trabalho impecável dos ilustradores J. A. Nalon e Rafael Danesin serão marcantes no decorrer das estórias e prefaciado pelo amigo Marcelo Milici, fundador do Boca do Inferno.

 

Sinopse:  

 

Gothic é uma homenagem ao Terror do Século XIX que nos transporta para um mundo de médicos tresloucados, vampiros e outros célebres personagens da literatura mundial e que povoam o imaginário popular.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Hora Morta – Luva Editora – Antologia organizada por Vitto Graziano. Estão presentes nesse livro 26 autores. Entre eles alguns que conheço e admiro o trabalho, como: César Bravo, Carolina Mancini, Marcelo Milici, Julia Ramalho, Úrsula Antunes, A.T. Sergio, Rodrigo Ortiz Vinholo e Marcos deBrito

 

Sinopse: Chamada de Hora Morta, ou ainda Hora do Diabo, as 3h da manhã é famosa por ser um momento em que demônios e maldições ficam mais fortes. Não faltam relatos de pessoas atormentadas por pesadelos ou alegando que se veem presas em algum encanto maligno precisamente às 3h da madrugada. Segundo o cristianismo, isso acontece porque Cristo morreu às 3h da tarde, e a hora se tornou simbolicamente relacionada a Jesus. Então, seria a hora oposta, ou seja, a hora maligna, morta, do Diabo.

Ninguém sabe ao certo a origem das maldições ligadas às 3h; tampouco se tem o conhecimento de como nasce uma. Desde um homem que, ao tirar a própria vida, amaldiçoa aquela que não correspondeu ao seu amor e, junto com ela, todas as filhas de sua geração. Ou um casa que, outrora, fora palco de uma chacina e ainda hoje enlouquece todo aquele que nela se arrisca a morar. Até o revólver que pertenceu ao maior e mais frio assassino da história brasileira e que, depois de sua morte, passou a roubar a alma de todo o que o utilizar. Não faltam histórias – dentre tantas diferentes crenças e versões – para relatar uma maldição que assombra algo, ou alguém, ou algum lugar.

Museu do Crime – Monomito Editorial – Um suspense avassalador, escrito por Tito Prates.

Sinopse: Uma série de mortes, até então desconectadas, começa a assombrar os moradores de São Paulo. Em todas elas o assassino deixa sua marca: a unha do dedinho do pé pintada de rosa. O delegado Meireles e sua equipe de investigadores se empenham em desvendar o mistério por trás dessas mortes horrendas e descobrem que lidam com um serial killer copycat e que a resposta à pergunta “quem será a próxima vítima?” pode estar no Museu do Crime!

Agora a polícia enfrenta o relógio e sua limitação de recursos para tentar descobrir a identidade do assassino e impedi-lo de causar mais mortes e terror na sociedade, enquanto uma trama cheia de mistérios vem à tona e Tito Prates te convida a desvendá-la.

 

 

 

 

 

 

 

 

Vozes do Joelma: os Gritos que não foram Ouvidos – Faro Editorial – Escrito por Marcos DeBrito, Marcus Barcelos, Rodrigo de Oliveira e Victor Bonini. Contos assombrosos estão prestes a serem revelados!

 

Sinopse: Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini são autores reconhecidos pela crueldade de seus personagens e grandes reviravoltas nas narrativas. As mentes doentias por trás dos livros A Casa dos Pesadelos, O Escravo de Capela, Dança da Escuridão, Horror na Colina de Darrington, Quando ela desaparecer, O Casamento, Colega de Quarto, e da série As Crônicas dos Mortos, se uniram para criar versões perturbadoras sobre as tragédias que ocorreram em um terreno amaldiçoado, e convidaram o igualmente perverso Tiago Toy para se juntar na tarefa de despir os homicídios, acidentes e assombrações que permeiam um dos principais desastres brasileiros: o incêndio do edifício Joelma. O trágico acontecimento deixou quase 200 mortos e mais de 300 feridos, além de ganhar as manchetes da época e selar o local com uma aura de maldição. Esse fato até hoje ecoa em boatos fantasmagóricos que envolvem a presença de espíritos inquietos nos corredores do prédio e lendas sobre lamúrias vindas dos túmulos onde corpos carbonizados foram enterrados sem identificação. Algo que nem todos sabem, é que muito antes do Joelma arder em chamas no centro de São Paulo, o terreno já havia sido palco de um crime hediondo, no qual um homem matou a mãe e as irmãs e as enterrou no próprio jardim. Devido às recorrentes tragédias que marcaram o local, há quem diga que ele é assombrado por ter servido como pelourinho, onde escravos eram torturados e executados. E sua maldição já fora identificada pelos índios, que deram-lhe o nome de Anhangabaú: águas do mal. Se as histórias são verdadeiras não se sabe... A única certeza é que a região onde ocorreu o incêndio tornou-se uma mina inesgotável de mistérios. E, neste livro, alguns deles estão expostos à loucura de autores que buscaram uma explicação.

O Lado Sombrio do Sítio – Lura Editorial – Uma antologia organizada por Felipe S. Mendes – Participação de 42 autores incríveis, dos quais alguns tenho o privilégio de conhecer, como: André Vianco, Mayara de Godoy e Raquel Cantarelli. Aqui o mundo encantado do Sitio do Pica-Pau-Amarelo tem outros ares e matizes diferentes. O mal passeia por todos os cantos!

Sinopse: Imagine que o mundo encantado do Sítio do Picapau Amarelo de repente se torna escuro e sombrio, cheio de novas e horripilantes descobertas. É o que o leitor encontrará nas páginas desta inovadora antologia de contos, organizada por Felipe S. Mendes em parceria com a Hardcover, o autor best-seller André Vianco e a Lura Editorial.

O Lado Sombrio do Sítio vem trazer em suas páginas alguns contos de terror e suspense, cada qual escolhido com a singela pretensão de resgatar e homenagear as mais belas histórias de Monteiro Lobato, que mexeram com o imaginário infantil de gerações através de seus ricos personagens folclóricos, mas agora com um toque bem sombrio.

Até os próximos livros. É isso, beijos e tchau!

A_FUNERARIA_SR_IKU_1571082172991731SK157
FOLHAS_DO_MAL_1569636711980538SK15696367
PARALISYS_SOMNI_1571081032991719SK157108
GOTHIC_1569163516976189SK1569163516B.jpg
MUSEU_DO_CRIME_1568303837640742SK1568303
VOZES_DO_JOELMA_1563885221923860SK156388
O_LADO_SOMBRIO_DO_SITIO_1565285681936251
A_HORA_MORTA_1571090628991796SK157109062
  • All Souls Night
  • -
  • Loreena McKennitt
00:00 / 00:00

@2016. Todos os direitos reservados a euleiosimedai.com.br